domingo, 19 setembro 2021
Fale Conosco | (24)3343-5229

Cidades

Sem luz e preservação, passarela em VR é ignorada por moradores

03/08/2021 13:52:00

A passarela que liga o bairro ao Jardim Amália II, em Volta Redonda, é um atalho e tanto para os moradores da Vila Americana. Mas a passagem se tornou um lugar proibido após o anoitecer. Sem iluminação e em péssimo estado de conservação, a passarela desencoraja qualquer um a circular por ali depois que escurece.

Segundo moradores da Vila Americana, todas as lâmpadas estão queimadas. Na noite da segunda-feira (2), uma mulher que chegou a se arriscar se deparou com dois homens numa motocicleta parada no meio do caminho. Segundo ela contou a uma vizinha, eles mandaram que ela retornasse e utilizasse outro caminho, não menos arriscado: passar por dentro do Núcleo Santa Isabel, também conhecido como Buraco Quente, onde é preciso cruzar a linha férrea, a cerca de 200 metros de distância.

Sem luz e preservação, passarela em VR é ignorada por moradores

No final da madrugada desta terça-feira (3), o FOCO REGIONAL constatou a escuridão na passarela. Não havia uma única lâmpada acesa. “Voltamos tarde do serviço e às vezes não temos companhia para cruzar a passarela. Não há também policiamento”, disse a atendente Gisele Maciel Duarte, de 27 anos, contando que a iluminação, que já era quase inexistente nas últimas semanas, parou por completo no último domingo (1).

“Minha mãe sai para trabalhar às 5h15min e meu pai está tendo que subir com ela”, disse Gisele, contando também que, até algum tempo atrás, ainda era possível ver uma viatura da Polícia Militar perto da cabeceira da passarela no Jardim Amália, pelo menos até por volta das 22 horas.

Sem luz e preservação, passarela em VR é ignorada por moradores

A má conservação da passagem de pedestres salta aos olhos. O piso está sujo, a cobertura de acrílico está cheia de buracos e rachaduras e a estrutura, em vários pontos, está repleta de ferrugem. Junto às lâpmpadas queimadas, muita teia de aranha.

Tarcísio Antônio Werneck, que também mora na Vila Americana, confirmou, pela manhã, que a insegurança para passar à noite aumentou desde que foi construído um muro separando a Avenida Integração, na Vila Americana, do terreno onde ficam as linhas ferroviárias. “Você não consegue ver nada do que acontece nas outras rampas”, disse ele.

“Moço, eu não passo à noite aqui de jeito nenhum. Se for necessário sair ou voltar para casa depois que escurece, prefiro usar um carro de transporte por aplicativo”, afirmou uma mulher que pediu para não ser identificada.

Sem luz e preservação, passarela em VR é ignorada por moradores

A Secretaria Municipal de Infraestrutura informou que está ciente dos problemas passarela. Através da Secretaria de Comunicação, a pasta disse que já solicitou ao IPPU (Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano) a realização de um projeto de revitalização, porém, ainda sem prazo para ser iniciado. “Mas será executado assim que o planejamento estiver pronto”, alegou.

Além disso, a prefeitura lembrou que vai realizar a troca de lâmpadas em toda a cidade, utilizando luzes de LED, “mais eficientes e econômicas que as de vapor metálico”. Entretanto, não ficou prazo para a substituição das lâmpadas da passarela.

“O governo municipal também firmou uma parceria com a Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro que vai reforçar o policiamento ostensivo em Volta Redonda, aumentando também a segurança”, conclui a resposta enviada ao jornal. (Fotos: FOCO REGIONAL)

Sem luz e preservação, passarela em VR é ignorada por moradores

Comentários via Facebook

(O Foco Regional não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

+ Lidas

Em foco

Notícias primeiro na sua mão

Primeiro cadastre seu celular ou email para receber as ultimas notícias.

Curta nossa fan page, receba todas as atualizações - Foco Regional

Tempo Real

18:59 Polícia