terça-feira, 18 junho 2024
Whatsapp | (24)99901-1961

Nacional

Gerdau paralisa usina em MG e pode demitir 400 funcionários

Gerdau paralisa usina em MG e pode demitir 400 funcionários

28/05/2024 12:09:51

A Gerdau, uma das principais empresas do setor siderúrgico, anunciou na segunda-feira (27) a paralisação das atividades da usina de Barão de Cocais, na Região Central de Minas Gerais. De acordo com a empresa, um dos motivos para o fechamento da unidade é a concorrência com o mercado de aço chinês.

Segundo o presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Barão de Cocais, Eliseu Santa Cruz, a paralisação da siderúrgica pode levar à demissão de mais de 400 funcionários. Ainda de acordo com sindicalista, a empresa pretende se reunir com o sindicato nesta terça-feira (28) para discutir a situação. O prefeito da cidade, Décio dos Santos, diz que foi "pego de surpresa" com a notícia e afirma que vai tentar conversar com membros superiores da siderúrgica para tentar reverter a decisão.

Conforme informado pela siderúrgica, a usina vai entrar em um período de “hibernação”. Em nota, a empresa também informou que pretende realocar o máximo de funcionários possível para outras unidades.

O impacto do mercado de aço chinês tem sido um dos principais motivos de reclamações do setor. De acordo com a Gerdau, "os custos elevados de matérias-primas e a insuficiência da produção de minério de ferro próprio, em Minas Gerais, somados à uma estrutura com menor nível de atualização tecnológica da usina, estão afetando diretamente a competitividade da unidade frente ao cenário desafiador do setor", informou.

Leia a nota da Gerdau

A Gerdau confirma que ontem, 27 de maio (segunda-feira), implementou a hibernação da unidade de Barão de Cocais o que resultará na paralisação da operação na usina. A decisão é resultado de uma profunda análise da competitividade da planta, face às condições do mercado de aço no Brasil. Os custos elevados de matérias-primas e a insuficiência da produção de minério de ferro próprio, em Minas Gerais, somados à uma estrutura com menor nível de atualização tecnológica da usina, estão afetando diretamente a competitividade da unidade frente ao cenário desafiador do setor. A medida está em linha com o planejamento estratégico da companhia de otimização dos seus ativos.

A companhia está empenhada em conduzir esse processo de forma humanizada para minimizar o impacto para o público interno e comunidades vizinhas. A empresa buscará a realocação do máximo de colaboradores em outras unidades, além de oferecer programas de capacitação na área industrial para os profissionais e gestão com foco no empreendedorismo para a comunidade.

A Gerdau reforça o seu compromisso com os colaboradores, as colaboradoras, a sociedade e segue com a manutenção de um diálogo aberto e transparente com todas as partes interessadas. A Gerdau ressalta ainda que o atendimento aos clientes se manterá inalterado. (Foto: Divulgação)

Comentários via Facebook

(O Foco Regional não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

+ Lidas

Em foco

Notícias primeiro na sua mão

Primeiro cadastre seu celular ou email para receber as ultimas notícias.

Curta nossa fan page, receba todas as atualizações - Foco Regional

Tempo Real

19:51 Polícia