domingo, 17 outubro 2021
Fale Conosco | (24)3343-5229

Nacional

Após o STF, TSE também rebate ataque de Bolsonaro

‘Insulto não é argumento’, diz presidente da Justiça Eleitoral

09/09/2021 11:34:46

Um dia depois de o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Luiz Fux, rebater em tom duro os ataques feitos pelo presidente Jair Bolsonaro no feriado da Independência, o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Luís Roberto Barroso, também rebateu as dúvidas sobre a lisura do sistema eleitoral no país.

Na abertura da sessão do órgão, nesta quinta-feira (9), Barroso disse que “a democracia só não tem lugar para quem pretenda destruí-la”. Segundo ele, “começa a ficar cansativo para o Brasil ter que repetidamente desmentir falsidades, para que não sejamos dominados pela pós-verdade, pelos fatos alternativos, para que a repetição da mentira não crie a impressão de que ela é verdade”.

Barroso disse também que “insulto não é argumento, ofensa não é coragem”. “A incivilidade é uma derrota do espírito. A falta de compostura nos envergonha perante o mundo”. Segundo o ministro, a “marca” Brasil sofre neste momento “uma desvalorização global”.

- Não é só o real que está desvalorizando. Somos vítima de chacota e de desprezo mundial. Um desprestígio maior do que a inflação, do que o desemprego, do que a queda de renda, do que a alta do dólar, do que a queda da Bolsa, do que desmatamento da Amazônia, do número de mortos pela pandemia, do que a fuga de cérebros e de investimentos – acrescentou.

Ao abordar as falas sobre fraude nas eleições e a pauta bolsonarista do voto impresso, já derrotada no plenário da Câmara dos Deputados, Barroso parafraseou um versículo bíblico citado diversas vezes por Bolsonaro. “O slogan para o momento brasileiro, ao contrário do propalado, parece ser: ‘Conhecerás a mentira e a mentira te aprisionará’”.

O presidente do TSE voltou a defender a segurança das urnas ao rebater as falas do Bolsonaro sobre o tema.

“O sistema é certamente inseguro para quem acha que o único resultado possível é a própria vitória. Como já disse antes, para maus perdedores não há remédio na farmacologia jurídica”. (Foto: TSE)

Comentários via Facebook

(O Foco Regional não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

+ Lidas

Em foco

Notícias primeiro na sua mão

Primeiro cadastre seu celular ou email para receber as ultimas notícias.

Curta nossa fan page, receba todas as atualizações - Foco Regional

Tempo Real

17:29 Nacional