terça-feira, 18 junho 2024
Whatsapp | (24)99901-1961

Colunas

Em Foco

por: Fernando Pedrosa

Barra Mansa cobra da Light

26/10/2023 18:46

Barra Mansa cobra da LightO secretário de Governo de Barra Mansa, Luiz Furlani, e o gerente do Procon de Barra Mansa, Felipe Goulart da Fonseca, se reuniram nesta quinta-feira (26), com duas representantes da Light. Motivo: cobrar da empresa mais eficiência na prestação de serviços à população.

Além das queixas recorrentes de moradores ao longo do ano, foi abordada a demora na normalização do fornecimento de luz na cidade após o temporal da noite da última terça-feira (24).

‘Dura’

“Tivemos uma conversa dura e exigimos da Light uma melhoria na prestação de serviço, uma resposta mais rápida para a interrupção de energia. Muitos barramansenses ficaram e alguns estão há mais de 24 horas sem luz, sobretudo na área rural. Não podemos admitir isso e vamos tomar todas as atitudes que nos cabe”, disse Furlani, se dizendo ciente de que quem fiscaliza a Light é a Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica).

‘Mole’

A Light não se emenda, parece caso perdido. Só para refrescar a memória: já houve reunião de vereadores de Volta Redonda também com representantes da empresa, pelo mesmo motivo.

E não foi uma só nos últimos anos. Mas segue tudo como dantes.

Como o FOCO REGIONAL publicou, parte dos moradores do bairro Siderlândia, em Volta Redonda, ficaram luz desde a noite de terça até esta quinta, segundo eles devido à queima de um transformador.

A creche Mãe Zilá, que atende 180 crianças, teve de dispensar todo mundo por dois dias.

Culpa própria

Ninguém desconhece que, em caso de ventania, a queda de árvores ou galhos na rede elétrica afeta a distribuição. Trocar um transformador, claro, é bem diferente de trocar uma lâmpada.

Mas o tempo de resposta da Light, sobretudo para aqueles que moram em bairros periféricos, é uma afronta.

Até porque, deveria ser a própria empresa a fazer podas preventivas para evitar este tipo de ocorrência. Inclusive, em conjunto com as prefeituras, para quem a empresa gosta de apontar o dedo neste tipo de situação.

BR-393

O vereador Renan Cury, de Volta Redonda, esteve esta semana no trecho da BR-393 (Lúcio Meira), onde o acesso pela Radial Leste está interrompido para obras da concessionária K-Infra. Foi até lá verificar reclamações de que a obra estaria parada.

Segundo foi dito a ele por um funcionário da concessionária, não está. É que foi feita uma caixa de passagem no mergulhão sob a estrada, sendo preciso aguardar o assentamento para que as obras possam prosseguir.

 

 

Mas é bom ficar de olho. Do contrário, o serviço vai a passo de cágado. Enquanto isso, o trânsito naquela região vai testando a paciência dos motoristas.

Contorno

Por falar em rodovia, o período de chuvas chegou e a Rodovia do Contorno, em Volta Redonda, não recebeu a devida manutenção na pista. Os paliativos feitos depois dos acidentes fatais do início do ano, que levaram à interdição da estrada, estão lá até agora: provavelmente é a rodovia federal mais curta do país com o maior número de quebra-molas.

Atenção, senhores do Dnit: aquela massa de argila já está brotando de novo em alguns trechos, inclusive naqueles que foram maquiados quando da intervenção de emergência.

No páreo

A secretária de infraestrutura de Volta Redonda, Poliana Moreira, parece que decidiu entrar firme na disputa com Paulo Barenco, da Secretaria de Transporte e Mobilidade Urbana, na arte de desagradar a gregos e troianos.

Presidentes de associações de moradores e vereadores, até da base governista, andam soltando cobras, lagartos e outros bichos pelo desempenho da moça.

Em foco

Notícias primeiro na sua mão

Primeiro cadastre seu celular ou email para receber as ultimas notícias.

Curta nossa fan page, receba todas as atualizações - Foco Regional