segunda-feira, 22 outubro 2018
Fale Conosco | (24)3343-5229

Esporte

Voltaço empata e permanece na Série C

Time foi favorecido por goleada sofrida pelo Tupi-MG

11/08/2018 18:55:29

Foi uma campanha muito abaixo da esperada, mas, pelo menos, o pior não aconteceu. Ao empatar em 0 a 0 com o já rebaixado Joinville, na noite deste sábado, o Voltaço assegurou sua permanência na Série C do Campeonato Brasileiro. No grupo B, Junto com o time catarinense, foi rebaixado o Tupi, de Juiz de Fora (MG), que, na rodada anterior, cantou de galo ao vencer o Tricolor de Aço por 2 a 1, na cidade mineira, mas caiu agora diante do Ypiranga-RS, em Erechim, sendo goleado por 5 a 1.

Apesar de ter o mesmo número de pontos que o Tupi (20), o Volta Redonda se valeu do saldo de gols, um dos critérios de desempate previsto no regulamento.

Agora, o time vai se dedicar à Copa Rio, enquanto a diretoria terá tempo suficiente para avaliar o desempenho da equipe naquela que se tornou a principal competição disputada pelo clube e, assim, planejar 2019. Este ano, definitivamente, muitas contratações se demonstraram equivocadas e em nenhum momento a equipe chegou a empolgar. É bom lembrar que, não fosse uma trapalhada administrativa do Macaé, o time não estaria garantido na Série A do Campeonato Carioca do ano que vem.

Jogo frio

Já rebaixado, o Joinville jogou livre de qualquer pressão e foi responsável pela primeira chegada ao ataque, logo aos 3 minutos, quando Breno chutou para uma defesa tranquila de Douglas. A resposta do Tricolor de Aço se deu aos 8, numa jogada criada por Dija Baiano, que foi à linha de fundo e rolou para Bileu. O chute saiu de primeira e, a bola, passando perto da trave do time catarinense.

O Voltaço só tornou a ameaçar o gol adversário aos 24, mesmo assim devido a uma pixotada do goleiro Matheus, que saiu jogando errado e deu a bola nos pés de Luiz Paulo. Ele chutou e, mais uma vez, apenas passou perto. Por sua vez, o Joinville só chegou com algum perigo aos 42, em jogada do lateral Gustavo, que, porém, concluiu muito mal.

Jogo morno

Já ciente do desastre do Galo Carijó no Sul, parece que o time do Voltaço  parecia decido a, no segundo tempo, jogar mesmo o suficiente para não ser surpreendido pelo franco-atirador Joinville. Os lances realmente de perigo demoraram a acontecer.

Aos 16, Luiz Paulo reclamou de um possível pênalti dos catarinenses, mas a arbitragem não viu anormalidade alguma e mandou o jogo seguir. Pouco depois, Luiz Paulo deu lugar a Romarinho.

E coube ao substituto a melhor chance de gol, aos 34, quando acertou a trave do goleiro Matheus depois de jogada com Dija Baiano. O lance aconteceu dois minutos depois de o Joinville ficar com 10 jogadores, pela expulsão de Gustavo por falta dura em Núbio Flávio, depois substituído por Anselmo.

Com um a menos, o Joinville passou a ter dificuldades de marcação e o Volta Redonda até poderia ter saído com a vitória. Aos 40, o goleiro Matheus fez uma grande defesa depois de um erro da zaga do Joinville, que fez a bola acabar nos pés de Marcelo. Ele colocou bem, mas a intervenção do goleiro foi ainda melhor.

Já nos descontos, aos 46, o público ainda aplaudiu um voleio de Anselmo, depois de um cruzamento de Dija Baiano. E ainda teve tempo para mais uma expulsão no Joinville. O meia Tiago Ulisses, também por falta violenta, levou o segundo cartão vermelho do jogo. Mas o placar não saiu do 0 a 0.

Dos 18 jogos que realizou nesta temporada da Série C, o Voltaço venceu apenas seis (um terço), empatou dois e foi derrotado nove vezes. Ficou muito abaixo da expectativa.(Foto: Divulgação)

+ Lidas

Em foco

Notícias primeiro na sua mão

Primeiro cadastre seu celular ou email para receber as ultimas notícias.

Curta nossa fan page, receba todas as atualizações - Foco Regional

Tempo Real

14:42 Polícia