terça-feira, 25 junho 2019
Fale Conosco | (24)3343-5229

Nacional

Tragédia em Suzano provoca consternação e autoridades se manifestam

Foram 10 mortos, incluindo atiradores

13/03/2019 14:40:23

O Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP) colocou-se à disposição do governo do estado de São Paulo para colaborar no caso da tragédia na Escola Estadual Professor Raul Brasil, em Suzano, a 57 quilômetros de São Paulo. O ataque de dois atiradores deixou mortos e feridos no colégio. Os presidentes do Senado e da Câmara prestaram solidariedade às famílias das vítimas.

"O grave atentado à Escola Estadual Professor Raul Brasil, em Suzano (SP), que provocou o trágico assassinato de crianças e funcionários e presta solidariedade aos familiares neste momento de dor e tristeza. Os fatos ainda estão sendo apurados pelas autoridades competentes e o Ministério se coloca à disposição do governo do estado de São Paulo.”

O presidente do Senado Federal, Davi Alcolumbre (DEM-AP), disse que prestou solidariedade às famílias das vítimas, via Twitter. "É com perplexidade que recebi a notícia do tiroteio no colégio estadual Raul Brasil, em Suzano-SP. Eu me solidarizo às famílias das vítimas e espero que as reais causas dessa tragédia sejam descobertas."

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), usou também as redes sociais para dizer que o momento é de união. "A tragédia de Suzano, hoje, mostra que é hora de o Brasil unir forças e competências para compreender o que houve e impedir a repetição de massacres como este. Precisamos ser solidários com as famílias, parentes e amigos das crianças e dos funcionários da escola Raul Brasil".

A Polícia Militar informou que foram dez mortos em decorrência do tiroteio na escola da cidade paulista. Segundo  a PM foram cinco alunos, um funcionário do colégio, uma pessoa que passava pela rua no momento dos disparos, além dos dois autores dos tiros. Morreu ainda uma vítima levada para hospital. Informações preliminares indicam que os atiradores suicidaram.

A polícia divulgou à tarde os nomes dos assassinos:  Guilherme Taucci Monteiro, de 17 anos, e Luiz Henrique de Castro, de 25 anos. Castro completaria 26 anos no próximo sábado. O ataque ocorreu por volta das 9h30min desta quarta-feira.

Comentários via Facebook

(O Foco Regional não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

+ Lidas

Em foco

Notícias primeiro na sua mão

Primeiro cadastre seu celular ou email para receber as ultimas notícias.

Curta nossa fan page, receba todas as atualizações - Foco Regional

Tempo Real

18:03 Economia