sexta-feira, 05 junho 2020
Fale Conosco | (24)3343-5229

Economia

Samuca descarta flexibilizar medidas restritivas antes de 5 de abril

27/03/2020 16:56:36

O prefeito de Volta Redonda Samuca Silva descartou flexibilizar as medidas restritivas impostas ao comércio antes do dia 5 de abril. Segundo ele, este é o prazo previsto pelas autoridades sanitárias para baixar a chamada curva de propagação do coronavírus.  Mesmo após este prazo, ressaltou, as restrições para idosos vão continuar.

Ele fez a afirmação numa transmissão em rede social, em que confirmou a primeira morte por Covid-19 ocorrida na cidade, que tem outros 25 casos positivos da doença.

Samuca confirmou ter recebido, pouco antes de iniciar o seu pronunciamento, um documento de entidades pedindo a reabertura do comércio, com propostas neste sentido. As instituições demonstram preocupação com as consequências econômicas e informam que, em dez dias, 17,7 mil pessoas foram demitidas na cidade.

O chefe do Executivo, que revelou ter se encontrado com representantes de instituições comerciais na quinta-feira, no teatro da Fevre (Fundação Educacional de Volta Redonda), no Laranjal, disse que não deseja ter que repetir o gesto do prefeito de Milão, na Itália, que admitiu ter errado ao apoiar uma campanha para que a cidade italiana não parasse quando ocorreram as primeiras mortes por coronavírus.

“Preferimos errar pelo excesso, mas preservar vidas. Podemos perder tudo, prazo para os impostos, prazo para pagar a conta, só não podemos perder a vida. É desconhecer o que está acontecendo no mundo. Precisamos que todos entendam”, apelou Samuca, que acrescentou: “As prefeituras também sofrem. Nossa arrecadação vai cair e as despesas serão as mesmas. Isso vai exigir decisões inéditas. As administrações públicas serão integralmente testadas.

O prefeito disse que, mesmo prevendo as restrições até o dia 5 do mês que vem, as reivindicações apresentadas pelas entidades, como CDL (Câmara de Dirigentes Lojistas), Sicomércio (Sindicato do Comércio Varejista) e Aciap (Associação Comercial, Industrial e Agropastoril) serão analisadas com a Procuradoria-Geral do Município. Ele ainda adiantou que já está sendo analisada uma medida relacionada ao pagamento de ISS (Imposto Sobre Serviços) e IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano), que deve ser divulgada na próxima semana.

Comentários via Facebook

(O Foco Regional não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

+ Lidas

Em foco

Notícias primeiro na sua mão

Primeiro cadastre seu celular ou email para receber as ultimas notícias.

Curta nossa fan page, receba todas as atualizações - Foco Regional

Tempo Real

18:23 Cidades