domingo, 12 julho 2020
Fale Conosco | (24)3343-5229

Cidades

Samuca avalia que aulas presenciais na rede pública só retornam ano que vem

Prefeito prevê reabertura de outros setores a partir de 10 de junho

25/05/2020 12:17:56

O prefeito de Volta Redonda Samuca Silva afirmou, em entrevista à imprensa na manhã desta segunda-feira, que não acredita na possibilidade de que as aulas na rede pública sejam retomadas mais este ano. Em conversa com os jornalistas no auditório do Palácio 17 de Julho, o chefe do Executivo informou que está sendo avaliado o retorno das aulas nas escolas particulares a partir de julho.

Internamente, o prefeito justifica que nas escolas particulares, sobretudo na educação infantil, as turmas são menores, o que possibilitaria fixar um percentual menor de alunos autorizados a ter aulas presenciais. As escolas particulares, segundo estimativas da prefeitura, têm cerca de três mil alunos, enquanto na rede pública são quase 30 mil.

“Particularmente sou contra a volta às aulas, mas entendo que pessoas precisam voltar a trabalhar e deixar os filhos nas escolas”, disse ele. Ainda não foi detalhado como este retorno será efetivado na rede particular. “Nas escolas públicas [aulas] só no ano que vem”, disse o prefeito, lembrando que o município adotou um sistema de aulas online e que é baixo o número de pessoas que não estão conseguindo acompanhar o sistema.

Na entrevista – em que apresentou gráficos mostrando um panorama da Covid-19 na cidade – Samuca apontou ainda que outros setores poderão voltar às atividades a partir do dia 10 do mês que vem, como academias, clubes e igrejas, mas com restrições, como a frequência de pessoas dos grupos de risco, sobretudo idosos. Segundo ele, a ideia é que estes setores retornem sem que possam ser utilizados bebedouros e banheiros coletivos, por exemplo.

Samuca não ficou o tempo todo na coletiva. Alegando que tinha um compromisso, ele deixou o encontro com a imprensa, permanecendo o secretário de Saúde, Alfredo Peixoto, e a chefe do setor de Epidemiologia da Secretaria Municipal de Saúde, Milene Paula Souza Silva.

Na abertura, o prefeito apresentou um gráfico com a evolução do novo coronavírus na cidade, enfatizando que a propagação da doença está sob controle em Volta Redonda. Disse ele que 38% dos casos notificados são confirmados e que a taxa de mortalidade da doença está na faixa de 2%, abaixo da média nacional.

 

Comentários via Facebook

(O Foco Regional não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

+ Lidas

Em foco

Notícias primeiro na sua mão

Primeiro cadastre seu celular ou email para receber as ultimas notícias.

Curta nossa fan page, receba todas as atualizações - Foco Regional

Tempo Real

10:28 Esporte