segunda-feira, 19 outubro 2020
Fale Conosco | (24)3343-5229

Cidades

Remoção de animal atropelado causa polêmica em Barra do Piraí

18/09/2020 16:18:25

A forma como a prefeitura de Barra do Piraí removeu da Avenida Prefeito Artur Costa, no bairro Muqueca, um animal ferido no atropelamento que resultou na morte de um PM reformado, na madrugada da última quinta-feira (17) causou revolta e polêmica na cidade. A polêmica começou depois que o grupo de defesa da causa animal “Unidos Por Amor” publicou um vídeo mostrando que o animal – uma mula – foi removido com uma pá e despejado na caçamba de um caminhão.

Para alimentar ainda mais a revolta, a mula foi encontrada agonizando no lixão municipal justamente pelos defensores, que providenciaram a eutanásia com um veterinário. Em uma rede social, a ONG publicou que o animal sofreu grave lesão na coluna, “provavelmente por conta do manejo com a pá mecânica”.

O prefeito de Barra do Piraí, Mário Esteves, acusado de falta de sensibilidade, reclamou de sensacionalismo pela forma como o caso vem sendo tratado.  Nesta sexta-feira (18), a prefeitura divulgou uma nota afirmando que vai apurar se houve má conduta do servidor que fez a remoção.

“A remoção do cavalo aconteceu por volta das 7h30, quando a maioria das pessoas ainda não tinha ciência do acidente. Foi uma operação à revelia, incorreta, sem envolver os setores que deveriam ter sido imediatamente comunicados”, afirma a nota.

O acidente resultou na morte do policial militar reformado Paulo César Reis, o “Paulinho do Pandeiro”, de 50 anos. Inicialmente, a informação foi de que os dois animais atropelados pelo carro dirigido por ele também haviam morrido. No entanto, a mula sobreviveu.

Comentários via Facebook

(O Foco Regional não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

+ Lidas

Em foco

Notícias primeiro na sua mão

Primeiro cadastre seu celular ou email para receber as ultimas notícias.

Curta nossa fan page, receba todas as atualizações - Foco Regional

Tempo Real

20:21 Saúde