sexta-feira, 13 dezembro 2019
Fale Conosco | (24)3343-5229

Polícia

Região tem duas DPs com média abaixo de um registro por dia

17/11/2019 12:35:18

A região do Médio Paraíba Fluminense tem duas delegacias entre as 15 de todo o estado que, entre janeiro e setembro deste ano, tiveram média abaixo de cinco registros de ocorrências por dia. Mais ainda: nos primeiros nove meses do ano as delegacias de Rio das Flores (92ª DP) e Engenheiro Paulo de Frontin (98ª DP), a média de boletins de ocorrência abertos fica abaixo desta média – 0,89 e 1,36, respectivamente. Os dados são do Instituto de Segurança Pública (ISP), divulgados neste domingo pelo jornal Extra.

O estado do Rio conta com 137 delegacias de polícia, sendo que, deste total, 45 fizeram apenas, em média, cinco registros de ocorrência por dia ou menos. Entre estas estão delegacias instaladas na capital do estado e na Baixada Fluminense, como a 11ª DP (Rocinha), com 1.231 registros nos nove primeiros meses do ano, 61ª DP (Xerém), com 1.232, e 7ª DP (Santa Teresa), com 1.289.

O levantamento reforça a tese de especialistas que defendem a fusão de algumas delegacias, principalmente as do interior, e otimizar o efetivo, muitas vezes usado em serviços burocráticos em detrimento das investigações.
Atualmente, a Polícia Civil tem um déficit de 14 mil agentes em relação ao a lei determina: são nove mil nas 137 delegacias e em 24 unidades periciais (média de 42 por unidade).

- Um policial que faz três ou quatro registros em uma determinada distrital, poderia estar ajudando outro colega que está registrando 50 ou 60 ocorrências por dia em uma delegacia perto — disse à publicação carioca Ubiratan Ângelo, especialista em segurança pública, ressaltando que o estado, atualmente em regime de recuperação fiscal, faria economia com a fusão.
Mas o antropólogo Luiz Eduardo Soares é mais comedido sobre a unificação delegacias: “Uma delegacia que não recebe muitos casos, como no interior, não é, necessariamente, inoperante”.

A Secretaria de Polícia Civil ‘‘considera fundamental estar presente em todas as regiões e municípios do Rio de Janeiro, buscando capilaridade que aproxime a instituição dos cidadãos’’. Segundo a instituição, ‘‘não há interesse no fechamento de nenhuma delegacia no estado. Todas as unidades têm importância para a estratégia investigativa e contribuíram para aumento de 43,78% no índice de elucidação de autorias e 7.546 prisões e capturas de janeiro a setembro de 2019, impactando na redução dos índices de criminalidade’’.

A presidente do Sindicato dos Delegados do Estado do Rio (Sindelpol), delegada Isabelle Conti, disse ao Extra que, embora uma delegacia registre poucos crimes, a sua necessidade dentro do bairro ou da cidade é importante para o andamento das investigações.

- Fundir uma delegacia a outra dificultaria e muito as investigações — acredita.

Em agosto, o governador Wilson Witzel chegou a dizer que, para economizar, pretendia construir distritos policiais que integrariam DPs e batalhões da PM. O custo de cada um ficaria em R$ 30 milhões, e a ideia era criar 40.

Comentários via Facebook

(O Foco Regional não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

+ Lidas

Em foco

Notícias primeiro na sua mão

Primeiro cadastre seu celular ou email para receber as ultimas notícias.

Curta nossa fan page, receba todas as atualizações - Foco Regional

Tempo Real

17:17 Política