segunda-feira, 10 dezembro 2018
Fale Conosco | (24)3343-5229

Educação

Projeto de professora de Resende é destaque em prêmio do MEC

Ela leciona em escola do bairro Itapuca

18/09/2018 18:13:50

Marlisa Lapa desenvolveu programa de inclusão para estudantes autistas Inclusão, amor e respeito ao próximo. Foi trabalhando esses três valores em sala de aula, com alunos com Transtorno do Espectro Autista (TEA), que uma professora da Escola Municipal Lídia Pires de Magalhães, localizada no bairro Itapuca, em Resende, conseguiu se destacar na etapa estadual da 11ª edição do Prêmio Professores do Brasil, promovido pelo Ministério da Educação. Professora da rede municipal há oito anos, Marlisa dos Santos Garcia da Lapa é autora do projeto “O jeito de cada um ser, fazer e aprender: eu sou autista e você?”, que conquistou o segundo lugar no prêmio, na categoria Ciclo de Alfabetização: 1º, 2º e 3º anos do Ensino Fundamental.

Criado em 2005, o prêmio é voltado para professores de escolas públicas que desenvolvam ações que contribuam para a melhoria dos processos de ensino e aprendizagem em sala de aula. Nesta edição, segundo o Ministério da Educação, 4.040 professores de todo o país se inscreveram. Deste total, 158 foram premiados e 294 foram escolhidos como destaques na etapa estadual, no qual são premiadas as categorias educação infantil/creche; educação infantil/pré-escola; anos iniciais do Ensino Fundamental/1º, 2º e 3º anos; anos iniciais do Ensino Fundamental/4º e 5º anos; anos finais do Ensino Fundamental/6º ao 9º ano; e Ensino Médio.

- Estou anestesiada de tanta alegria e felicidade. Trabalho há oito anos nesta escola, que hoje atende dois alunos com Transtorno do Espectro Autista, e minha emoção não é somente por causa do prêmio, mas porque essa é uma gestão que acredita no trabalho da gente e sempre nos apoia. Nós sabemos que os autistas têm um modo diferente de enxergar o mundo e por isso precisam de atenção especial. E foi pensando nisso que a escola criou um planejamento estratégico para atender da melhor maneira possível esses estudantes, que precisam de um olhar diferenciado – disse professora.

Segundo o MEC, os temas mais recorrentes entre os projetos vencedores e os que foram classificados como destaques estão alimentação saudável, inclusão, respeito ao próximo e valorização humana, além de meio ambiente e sustentabilidade.

A secretária municipal de Educação, Rosa Frech, ressalta que a premiação do projeto de Resende demonstra o reconhecimento do trabalho da professora, que representa todos os demais profissionais que atuam na rede.

- Graças a este projeto, que foi pensado através de um circuito lúdico cognitivo, o aluno autista consegue se desenvolver e aprender mais, dentro de suas limitações – observa a secretária, lembrando que os alunos especiais matriculados na rede também contam com cuidadores, que auxiliam os professores nas salas de aula. (Foto: Divulgação)

Comentários via Facebook

(O Foco Regional não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

+ Lidas

Em foco

Notícias primeiro na sua mão

Primeiro cadastre seu celular ou email para receber as ultimas notícias.

Curta nossa fan page, receba todas as atualizações - Foco Regional

Tempo Real

22:15 Polícia