quarta-feira, 24 fevereiro 2021
Fale Conosco | (24)3343-5229

Cultura

Professores de VR lançam curta baseado na obra grega de Sófocles

27/01/2021 10:26:51

Os professores Isabel Passos, Fábio Matieli e Marco Guedes, de Volta Redonda, do grupo teatral Coletivo Vertente, lançaram um curta-metragem chamado “Antígona: A Voz do Feminino”. O enredo é baseado na obra grega de Sófocles. O argumento do espetáculo ficou a cargo de Isabel Passos. A história gira em torno da relação entre duas irmãs: Antígona e Ismênia. O projeto faz parte do edital da Lei Aldir Blanc em parceria com a prefeitura de Volta Redonda e a Secretária Municipal de Cultura.

A professora Isabel Passos explicou o motivo de ter escolhido essa peça: “Escolhemos Antígona pois é a peça que estávamos trabalhando com os alunos do coletivo. A peça foi selecionada por ser uma tragédia grega cuja protagonista é uma mulher”, contou. Ela também explica como foi feita a adaptação do roteiro. “O enredo foi adaptado focado no relação entre as duas irmãs: Antígona e Ismênia. Usamos muitos diálogos e reflexões baseados na relação entre as duas, assim como as semelhanças e diferenças entre a personalidade delas".

Além de adaptar a peça, Isabel também atuou e falou qual foi a maior dificuldade nesse processo. “A maior dificuldade na atuação para mim foi me adaptar ao espaço improvisado para o cenário. Foi um desafio gratificante mostrar que o teatro pode acontecer em qualquer lugar”, destacou.

O diretor do curta Fábio Matieli falou que a falta de um espaço apropriado para gravar foi o que mais dificultou o processo. “Para mim a maior dificuldade que tivemos foi na falta de um espaço apropriado para gravarmos a apresentação, apesar de esforços pra conseguir algum espaço na cidade, que nos foram negados, porém como artistas, criamos uma sala preta, em que o visual da apresentação ficou bastante interessante, infelizmente o áudio não ficou perfeito pelas interferências externas, por se tratar de um espaço improvisado e aberto, mas fazer arte nos obriga a sair dos padrões para realizar”, enfatizou.

A aluna do Vertente Letícia que atuou ao lado de Isabel diz que a falta da plateia foi um grande desafio na hora de atuar em vídeo. “Eu só participei de um projeto além desse, mas me deixa muito feliz ver minha família e amigos na plateia então, o mais difícil, foi a falta de uma plateia”.

O produtor do filme Marco Guedes disse que foi um trabalho gratificante de participar e que ficou muito contente com o resultado. “Tivemos vários empecilhados ao longo do processo, seja pela falta de um lugar apropriado para a gravação ou mesmo a questão do clima. Por exemplo no dia da gravação, tivemos que improvisar uma tenda de última hora por conta da chuva, para podermos colocar os equipamentos de filmagem. Mas no final tudo ocorreu bem. Foi uma excelente experiência e aprendizado, pois mostra que os empecilhos não impede de fazermos teatro ou de lutarmos pela arte não só na cidade de Volta Redonda, como também no Brasil“, concluiu.

O curta ainda conta com as participações de Letícia Oliveira com a cenografia; Isabel Passos com figurino, a sonoplastia e a trilha sonora ficaram a cargo do EAUX. Tiago Silva foi o responsável pela edição e montagem, junto com a produção de Marco Guedes. Isabel Passos, Leticia Carvalho e Fábio Matieli compõem o elenco. Além disso, o Vertente fez um agradecimento especial a Dona Rosa e o Sr. Racine, que disponibilizaram o local para a realização do filme.

Link para Antígona: A voz do feminino: https://www.youtube.com/watch?v=D80YD_ogFdI&t=7s

Comentários via Facebook

(O Foco Regional não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

+ Lidas

Em foco

Notícias primeiro na sua mão

Primeiro cadastre seu celular ou email para receber as ultimas notícias.

Curta nossa fan page, receba todas as atualizações - Foco Regional

Tempo Real

19:21 Polícia