segunda-feira, 01 junho 2020
Fale Conosco | (24)3343-5229

Política

Paulinho do Raio-X é o 1º vereador preso na história de Volta Redonda

Parlamentar é suspeito de tentar extorquir prefeito Samuca Silva

08/03/2020 13:50:39

A prisão em flagrante do vereador Paulinho do Raio-X, suspeito de extorquir o prefeito Samuca Silva, é a primeira de um parlamentar na história de Volta Redonda. Desde a emancipação da cidade, há 65 anos, nunca um parlamentar havia sido preso no exercício do mandato.

Paulinho é suspeito de exigir R$ 325 mil do prefeito para que seu impeachment, votado na última terça-feira, não fosse aprovado. A Câmara rejeitou o pedido, de autoria de Carlinhos Santana, por 13 a oito.

A justificativa para o motivo da extorsão gerou dúvidas, uma vez que o vereador foi um dos oito que votaram a favor da instauração do processo. No entanto, Samuca Silva disse ao FOCO REGIONAL que o vereador teria exigido a quantia também para não apresentar outros requerimentos no mesmo sentido.

A prisão de Paulinho foi feita por agentes do Grupo de Atribuição Originária Criminal da Procuradoria-Geral da Justiça (Gaocrim), equipe do Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ), e da Secretaria de Estado de Polícia Civil (Sepol), por meio da Coordenadoria de Investigação de Agentes com Foro (Ciaf). O vereador foi preso numa sala comercial de um shopping na Vila Santa Cecília, onde, de acordo com o que foi apurado, o próprio vereador teria marcado com o prefeito como local para receber a propina. Segundo o que foi divulgado pelo MPRJ, Paulinho teria chegado num carro alugado com placa adulterada. “Ele foi autuado em flagrante pelos crimes de corrupção passiva e adulteração de sinal identificador de veículo automotor”, diz nota do MPRJ distribuída à imprensa na noite de sábado.

Paulinho foi levado para o Rio de Janeiro. Neste domingo, o FOCO REGIONAL tentou confirmar com a assessoria da Polícia Civil a unidade onde o parlamentar está detido, mas as tentativas de contato não tiveram retorno. Geralmente, presos com foto privilegiado são encaminhados para Benfica, na capital.

Até o momento desta publicação, também não havia sido possível confirmar se o parlamentar participaria ainda neste domingo de uma audiência de custódia, que é quando presos em flagrante são apresentados a um juiz, sendo que este pode conceder a liberdade provisória ou manter a prisão, analisando as circunstâncias. 

Também até o momento desta publicação, a assessoria do parlamentar não se pronunciou sobre o ocorrido. O FOCO REGIONAL está tentando saber quem é o responsável pela defesa de Paulinho no caso, mas ainda não obteve resposta. A Câmara de Vereadores, presidida por Neném (PSB), também ainda não se pronunciou sobre o ocorrido. O parlamentar não foi encontrado para comentar o caso.

A divulgação da prisão de Paulinho do Raio-X teve um efeito bombástico no meio político de Volta Redonda, turbinada com a informação de que outros dois parlamentares estariam envolvidos no caso. “A Ciaf e o Gaocrim apuram a denúncia de que três vereadores teriam cobrado uma grande quantia em dinheiro, mais um valor que deveria ser pago mensalmente para não estimular o impeachment, que foi votado essa semana. O prefeito informou aos agentes que teria conseguido gravar, por meios próprios, a solicitação do valor feita na semana passada”, diz o texto da nota publicada na página da Polícia Civil.

Ainda segundo o que foi divulgado, além das gravações feitas pelo prefeito, haveria notações de valores do próprio vereador, entre outras provas coletadas, que embasaram a prisão e estão sendo analisadas. “As investigações prosseguem para esclarecer todas as circunstâncias do caso. O prefeito e os outros dois vereadores também serão ouvidos”, informam os textos tantos do MPRJ quanto da Polícia Civil. (Foto: Divulgação)

Comentários via Facebook

(O Foco Regional não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

+ Lidas

Em foco

Notícias primeiro na sua mão

Primeiro cadastre seu celular ou email para receber as ultimas notícias.

Curta nossa fan page, receba todas as atualizações - Foco Regional

Tempo Real

18:39 Saúde