quinta-feira, 15 novembro 2018
Fale Conosco | (24)3343-5229

Estado

‘Papai mandou matar mamãe’, diz filho de Karina

Casal estaria disputando herança de R$ 3 milhões

16/08/2018 13:46:41

A moto que, segundo a polícia, seguiu Karina, seria de Pedro paulo e foi reconhecida pelo filho

‘Papai mandou matar mamãe”. Esta foi a frase que, aos gritos, que o filho de 13 anos da voltarredondense  Karina Garofalo Pereira, de 44 anos, assassinada na tarde da quarta-feira, na Barra da Tijuca, no Rio, repetiu várias vezes ao ser ouvidos na Delegacia de Homicídios da Capital, segundo a polícia. Pedro Paulo Barros Pereira, o ex-marido de Karina, suspeito de ser o mandante do crime, e o primo dele, Paulo Maurício Barros Pereira, suspeito de ser o autor da execução, tiveram a prisão preventiva decretada nesta quarta-feira pela Justiça. Equipes da DH estão nas ruas à procura dos suspeitos. O delegado André Barbosa, encarregado das investigações, revelou ainda que  o ex-casal, separado há cinco anos, disputava na Justiça uma herança de mais de R$ 3 milhões.

Segundo ele, o depoimento do adolescente foi assustador. Ele reconheceu Paulo Maurício na imagem apresentada pela polícia, tirada de uma câmera de segurança que captou o suspeito dentro do carro usado no crime:

- O menino joga muito vídeo game e soube descrever com detalhes a arma do crime. Ele sabia, inclusive, que se tratava de um silenciador que estava acoplado na pistola.

â??Papai mandou matar mamãeâ??, diz filho de Karina

As imagens obtidas pela polícia, também de acordo com o delegado, mostram que Karina já era seguida por Paulo Maurício. A mesma câmera flagrou, também, um homem de moto que ainda não foi identificado. A arma usada no assassinato foi encontrada na manhã desta quinta, dentro de um canteiro, perto do local onde Karina foi morta. Ela estava com o silenciador. No mesmo saco plástico, foi encontrada também outra pistola. O veículo usado na fuga também foi apreendido e já passou por perícia.

O delegado acredita que a felicidade de Karina, que há quatro meses estava morando com novo companheiro, pode ter irritado Pedro, que não aceitava o fim do casamento:

- Ela estava morando com o novo companheiro havia cerca de quatro meses e a felicidade da mulher pode ter provocado a ira do ex-marido. O crime guarda todos os qualificadores de um feminicídio. E as investigações apontam pelo menos para um homicídio triplamente qualificado. Por ser mulher, motivo torpe e sem possibilidade de defesa — afirmou André Barbosa.

Ele informou que Karina usava sempre um carro blindado e os suspeitos sabiam o momento exato em que ela estaria desprotegida. Além do filho mais novo da corretora, já foi ouvida a filha mais velha dela e de Pedro Paulo. A jovem, de 19 anos, confirmou que a motocicleta que aparece nas imagens é do pai. O irmão dela afirmou a mesma coisa e disse que conhece o veículo por já ter andado nele com Pedro.

Até o momento desta publicação, a família de Karina aguardava a liberação do corpo. Ela deve ser enterrada em Volta Redonda. (Fotos: Reprodução / Polícia Civil)

Comentários via Facebook

(O Foco Regional não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

+ Lidas

Em foco

Notícias primeiro na sua mão

Primeiro cadastre seu celular ou email para receber as ultimas notícias.

Curta nossa fan page, receba todas as atualizações - Foco Regional

Tempo Real

19:30 Cidades