sexta-feira, 03 julho 2020
Fale Conosco | (24)3343-5229

Saúde

Paciente internado recebe visita de animal de estimação

24/09/2019 19:13:43

Um protocolo inédito na rede pública de saúde da região foi adotado na tarde da segunda-feira no Hospital de Emergência de Resende. Após análise da Comissão de Humanização do Hospital, pela primeira vez um paciente em internação prolongada foi autorizado a receber a visitação de seu animal de estimação. A novidade, segundo os médicos, pode ser fator preponderante para a evolução do paciente e pode trazer benefícios ao seu tratamento.

Em 2012, a família de Joaquim Virgílio, de 72 anos, encontrou a cadelinha da raça pinscher Jujuba na rua e resolveu adotar o animal. Não demorou muito para Jujuba se tornar membro mais que oficial da família.

Sete anos depois, Joaquim passa por problemas de saúde e está hospitalizado. O paciente relatava constantemente aos médicos e familiares a saudade de sua cadelinha.

- Quando recolhemos a Jujuba na rua, ela recebeu muito carinho e amor e acabou adotando meu pai como dono. Meu pai e Jujuba são a paixão um do outro. Por isso costumamos dizer que não foi somente a família que adotou a Jujuba, ela é que nos adotou – contou a filha de Joaquim, Débora Virgílio.

A Comissão de Humanização do hospital, que atua com o objetivo de mudar a rotina da unidade, amenizando o clima de angústia e ansiedade comuns neste ambiente, resolveu discutir a iniciativa. Após conversas entre as comissões da unidade, incluindo assistentes sociais e psicólogos, a equipe médica e a família, ficou acordado que o paciente receberia o animalzinho, desde que a família atendesse a uma série de recomendações de segurança, como o transporte em uma caixa adequada, além da vacinação e a higiene em dia.

Na chegada ao hospital, com a cadelinha devidamente comportada na caixa de transporte, o clima era de expectativa sobre a reação de Joaquim. Ao prepará-lo, na área externa do quarto, onde os pacientes geralmente podem tomar sol, foi o momento de a cadelinha ser solta e ir ao encontro do dono.

Neste momento, a emoção tomou conta de familiares, da equipe do hospital e dos protagonistas do encontro. O dono pôde brincar com o pet por alguns minutos e, ainda emocionado, agradeceu aos profissionais e familiares por proporcionar aquele momento.

- Já é mais que reconhecido e estabelecido cientificamente os benefícios que o paciente tem ao ter contato com o animal. Melhora o humor, faz com que ele se recupere mais rápido e tenha um atendimento mais humanizado. A internação em si é uma experiência ruim e o paciente, através de protocolos como este, estabelecido pela Comissão de Humanização, pode ultrapassar esse momento de maneira mais alegre – explicou o médico que acompanhou a visita, Jayme Correa de Mattos Neto.

Protocolo do hospital

O protocolo estabelecido no hospital foi utilizado pela primeira vez na rede pública de saúde na região e autoriza este tipo de visita para pacientes com internação de longa permanência e em “cuidados paliativos”, que são, de acordo com a Organização Mundial da Saúde, ações voltadas para a melhoria da qualidade de vida dos pacientes e familiares que enfrentam problemas associados com doença que ameaça a vida.

É importante lembrar que todas as medidas de segurança relacionadas ao animal precisam ser tomadas previamente, sendo exigido a vacinação em dia e que o animal tenha tomado banho no dia da visita, além de um atestado de um veterinário, confirmando que o animal não possui nenhum tipo de doença. (Foto: Leonam Viana)

Comentários via Facebook

(O Foco Regional não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

+ Lidas

Em foco

Notícias primeiro na sua mão

Primeiro cadastre seu celular ou email para receber as ultimas notícias.

Curta nossa fan page, receba todas as atualizações - Foco Regional

Tempo Real

17:32 Esporte