segunda-feira, 24 setembro 2018
Fale Conosco | (24)3343-5229

Cidades

Novo modelo de rotativo é aprovado em Volta Redonda

15/12/2017 16:47:26

A Câmara de Volta Redonda aprovou a mensagem do prefeito Samuca Silva que estabelece um novo modelo de estacionamento rotativo na cidade. O novo sistema deve ser implantado noprimeiro trimestre do próximo ano. A prefeitura vai preparar o edital para a contratação de uma concessionária do serviço. A expectativa é que o projeto resulte em 50 empregos diretos. O VR Parking, como será chamado, prevê a expansão das vias onde será cobrado o estacionamento e, para isso, a cidade foi dividida em áreas que terão preços diferenciados.

Na Zona Azul, que compreenderá ruas da Vila Santa Cecília, Aterrado e Avenida Amaral Peixoto, no Centro, o valor fixado na mensagem será de R$ 2,50 na primeira hora. Já os bairros Retiro, Niterói. Ponte Alta e Santo Agostinho, além da Rua 207, no Conforto, compõem o que foi classificado de Zona Verde, onde o preço, pelo mesmo tempo, será de R$ 2. Vias secundárias de toda a região central da cidade vão compor a chamada Zona Laranja, onde a cobrança por uma hora será de R$ 1,50. Em qualquer das vias, as motocicletas pagarão R$ 1 por uma hora de estacionamento.

A mensagem oito emendas, mas duas foram rejeitadas, uma delas de autoria de Carlinhos Sant’Ana (SDD), que previa um valor menor na cobrança da primeira hora cobrada. Além do autor, apenas Sidney Dinho (PEN), presidente da Casa, Jari (PSB) e Fernando Martins (PMDB) votaram a favor.

Na mensagem, o prefeito Samuca Silva explicou que o sistema será explorado pela iniciativa privada, já que a cidade não detém orçamento específico para investir na tecnologia adequada para a prestação do serviço. A cobrança será feita por meio de um aplicativo digital.

- O VR Parking será uma nova forma de organizar o que está desorganizado e não ter mais essa questão de moedinhas. Vamos modernizar a cidade, como é feito nas melhores cidades do mundo – disse Samuca, acrescentando que a intenção também é resolver a questão dos flanelinhas. "Também haverá um fundo específico para que, com parcela dos recursos, a gente possa ajudar as entidades que atuam no nosso município. Outro fator importante, é que o motorista poderá pagar por tempo fracionado. Ou seja, se for utilizar apenas 30 minutos, vai pagar por esse tempo”, explicou.

Ele salientou também o novo sistema tem o objetivo de facilitar a vida da população, já que os bilhetes para utilização poderão ser adquiridos em estabelecimentos cadastrados. “Ainda haverá a possibilidade de conseguir vagas através do celular, por meio de um aplicativo específico. Tudo de forma moderna, ágil e organizada”, completou Samuca.

O VR Parking possibilitará ainda que o número de vagas específicas para os idosos triplique em Volta Redonda. Atualmente, são 67 vagas destinadas à terceira idade e, com novo sistema, o número passará para 270 nos principais centros comerciais. Aos deficientes físicos, serão 108 vagas de estacionamento. Hoje são 85.

Ao todo, devem ser disponibilizadas cerca de 4,7 mil vagas.

Implantados na década de 2000, os atuais parquímetros que ainda são encontrados nas ruas de Volta Redonda se tornaram obsoletos. Não há peças de reposição, embora, segundo a EPD (Empresa de Processamento de Dados), responsável pelo atual sistema, 46 dos 56 existentes ainda estejam em funcionamento.

Atualizada às 18h58min com a inclusão de outras informações

+ Lidas

Em foco

Notícias primeiro na sua mão

Primeiro cadastre seu celular ou email para receber as ultimas notícias.

Curta nossa fan page, receba todas as atualizações - Foco Regional

Tempo Real

07:03 Polícia