quarta-feira, 25 novembro 2020
Fale Conosco | (24)3343-5229

Política

Neto vai às redes sociais após parecer do MPE contra candidatura

Candidato esclarece que não houve impugnação, como circula em mensagens

22/10/2020 08:20:44

O candidato do DEM à prefeitura de Volta Redonda, Antônio Francisco Neto, usou sua rede social na manhã desta quinta-feira (22) para rebater mensagens que circulam, também em redes sociais, de que seu pedido de registro de candidatura teria sido indeferido pela Justiça eleitoral. As mensagens passaram a circular depois que o MPE (Ministério Público Eleitoral) reiterou sua posição contra o deferimento, posição que já havia manifestado anteriormente. A decisão sobre a concessão ou não do registro de candidatura do ex-prefeito deve sair nos próximos dias.

“Só para gente deixar claro: não houve qualquer decisão sobre impugnação de nossa candidatura ontem. O que aconteceu é que mais uma vez pediram ao juiz eleitoral para me deixarem fora da disputa”, afirmou Neto na postagem, acrescentando: “Não acreditem em fake news”. Segundo ele, “se acontecer algo, vamos ser os primeiros a avisar vocês. Somos e continuamos sendo candidatos”.

O MPE defende a impugnação da candidatura em razão da rejeição das contas de Neto, referentes a 2011, pela Câmara de Volta Redonda. Além deste, há outros pedidos de impugnação que o juiz eleitoral vai julgar em relação à candidatura do ex-prefeito, entre eles da coligação “A Esperança de Volta” (PT-PV), que incluem rejeição das contas de Neto referentes à Companhia Estadual de Habitaçao (Cehab), da qual ele foi presidente. Em sua defesa, o candidato do DEM afirma, em síntese, que as rejeições de contas não ensejam sua inelegibilidade.

Neto vai às redes sociais após parecer do MPE contra candidatura

Comentários via Facebook

(O Foco Regional não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

+ Lidas

Em foco

Notícias primeiro na sua mão

Primeiro cadastre seu celular ou email para receber as ultimas notícias.

Curta nossa fan page, receba todas as atualizações - Foco Regional

Tempo Real

20:07 Polícia