quarta-feira, 17 julho 2019
Fale Conosco | (24)3343-5229

Estado

Liminar impediu demolição de prédios que desabaram no Rio

Prefeitura interditou imóveis, mas Justiça impediu que fossem demolidos

12/04/2019 11:02:13

A Prefeitura do Rio mandou interditar, em 2018, os prédios que desabaram na manhã desta sexta-feira, na comunidade da Muzema, no Rio. Mesmo assim, segundo fontes da TV Globo, apartamentos continuaram a ser vendidos. Segundo o prefeito Marcelo Crivella, uma liminar judicial impediu a demolição.

Pelo menos duas pessoas morreram no desabamento: um homem e uma criança. Os bombeiros buscam outros 17 desaparecidos. Três pessoas ficaram feridas.

Os prédios foram interditados durante uma operação contra a exploração de imóveis por milicianos. De acordo com o poder municipal, a região é uma área de proteção ambiental e os prédios construídos no local não respeitam a legislação em vigor. O Ministério Público havia sido avisado sobre o loteamento irregular.

A prefeitura afirmou ainda que, por se tratar de uma área dominada pela milícia, os técnicos da fiscalização municipal precisam de apoio da Polícia Militar para realizar operações. Foi com ajuda de militares que os servidores interditaram os dois prédios e outras construções na região em novembro do ano passado. Mas as pessoas voltaram a ocupar os imóveis.

"Estamos aqui com a nossa equipe trabalhando para tentar resgatar as pessoas dos escombros. Fica para todos nós uma lição: quando a Prefeitura alertar sobre esses riscos, vamos dar ouvidos para que isso não aconteça nunca mais", disse Crivella. A reportagem é do G1. (Foto: prefeitura do Rio)

Comentários via Facebook

(O Foco Regional não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

+ Lidas

Em foco

Notícias primeiro na sua mão

Primeiro cadastre seu celular ou email para receber as ultimas notícias.

Curta nossa fan page, receba todas as atualizações - Foco Regional

Tempo Real

11:29 Estado