quarta-feira, 22 novembro 2017
Fale Conosco | (24)3343-5229

Polícia

Imagens podem ajudar polícia a identificar assassinos de PM

Para delegado de Barra Mansa, pelo menos sete bandidos assaltaram posto

14/11/2017 10:28:18

As imagens do assalto a um posto de combustíveis, na noiite do último domiingo, que resultou na morte do policial militar Eleonardo da Silva Félix, o Leo, de 31 anos, já estão em poder da delegacia de polícia de Barra Mansa. O delegado Ronaldo Aparecido informou nesta terça-feira que pretende divulgar as imagens para que a população ajude a identificar suspeitos. 

As imagens mostram quatro homens que, segundo ele, participaram do assalto. No entanto, acredita o delegado que o número de assaltantes era maior. “Pela quantidade de tiros disparados, eram no mínimo sete”, afirmou.

Ronaldo disse também que Leo foi alvejado 14 vezes por tiros de pistola e não apenas dois como chegou a informar a Polícia Militar horas depois do crime. Pelo que já foi apurado, o PM morava nas proximidades do posto, localizado na Avenida Presidente Kennedy, no local conhecido como Retorno, perto da Vila Delgado.

Ao suspeito do assalto em andamento, Leo – que estava de folga – abordou dois homens que estavam no pátio e se identificou como policial. No entanto, ele não percebeu que outros homens da quadrilha estavam no escritório, que fica na parte de cima, com o proprietário rendido. Um dos bandidos, da janela do escritório, disparou o primeiro tiro contra o PM, sendo seguido pelos demais.

Leo ainda tentou se proteger atrás de uma placa onde ficam expostos os preços dos combustíveis, mas os tiros perfuraram a peça, sendo o PM atingido várias vezes. ewle chegou a ser socorrido na Santa Casa de Barra Mansa, mas não resistiu e morreu na madrugada da segunda-feira.

- Esperamos que, com a divulgação da imagens, a população nos ajude a identificar os autores deste crime covarde – disse o delegado.

Sobre os nove assassinatos ocorridos em duas semanas em Barra Mansa, o delegado titular disse que, à exceção da morte do PM e de um estudante na saída do UBM (Centro Universitário de Barra Mansa) não estão ligados ao tráfico de drogas.

+ Lidas

Em foco

Notícias primeiro na sua mão

Primeiro cadastre seu celular ou email para receber as ultimas notícias.

Curta nossa fan page, receba todas as atualizações - Foco Regional

Tempo Real

17:08 Cidades