sexta-feira, 17 janeiro 2020
Fale Conosco | (24)3343-5229

Cultura

Gugu Liberato tentou comprar TV em Barra Mansa

23/11/2019 11:48:39

O apresentador Gugu Liberato, que morreu na sexta-feira nos Estados Unidos, em consequência de uma queda dentro de casa, tentou seguir os passos de seu mentor, Silvio Santos, projetando ter sua própria rede de televisão. No início da década de 2000, quando o empresário Feres Nader, falecido em dezembro de 2017, decidiu vender a TV Sul Fluminense, então afiliada da Rede Bandeirantes, Gugu foi um dos primeiros interessados.

Empolgado com a possibilidade, Gugu – que à época estava no SBT de Silvio Santos – chegou a visitar a sede da emissora, no bairro Santa Rosa, em 2003, acompanhando Feres. Ele chegou à cidade de helicóptero e, durante pouco mais de uma hora, percorreu todos os setores do prédio de dois andares, que então abrigava também as rádios do Sistema Sul Fluminense Comunicação.

Após conhecer as instalações, ele e Feres se reuniram a portas fechadas na sala da presidência. A ideia de Gugu era que a TV fosse o embrião de uma rede nacional, seguindo os mesmos passos de Silvio, que o lançou como apresentador.

Gugu deixou Barra Mansa satisfeito com o que viu, mas as negociações não avançaram. Segundo comentou Feres Nader na ocasião, a venda acabou não sendo concluída porque não houve acordo quanto às condições para o pagamento do valor estabelecido por ele.

Gugu chegou a acreditar que teria, ainda que em sociedade, seu próprio canal de TV, em 2007. Ele e a irmã compraram 49,99% da TV Pantanal, de Cuiabá (MT). Mas, na verdade, ele adquiriu uma dor de cabeça. A emissora ainda não havia entrado no ar e, pela legislação brasileira, a venda de concessões de TV só é permitida após cinco anos de funcionamento e Gugu havia comprado a Pantanal de antigos sócios antes de a TV entrar em operação. Ele acabou devolvendo a empresa, que, em 2013, foi comprada por um empresário local.

Quanto à TV Sul Fluminense, cuja aquisição Gugu chegou a dar como certa, acabou vendida ainda em 2003, à Editora Três, da revista IstoÉ, e pouco meses depois foi adquirida pela própria Bandeirantes. A rede paulista, no entanto, esvaziou o canal, transformando a TV praticamente em mera repetidora da programação de São Paulo. (Foto: Divulgação)

Comentários via Facebook

(O Foco Regional não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

+ Lidas

Em foco

Notícias primeiro na sua mão

Primeiro cadastre seu celular ou email para receber as ultimas notícias.

Curta nossa fan page, receba todas as atualizações - Foco Regional

Tempo Real

20:14 Polícia