segunda-feira, 23 setembro 2019
Fale Conosco | (24)3343-5229

Cidades

Forças de segurança participam de oficina em Volta Redonda

15/07/2019 18:27:05

Cerca de 100 servidores da área de segurança pública de Volta Redonda participaram da oficina “Construção Coletiva para o Enfrentamento à Violência: Um novo olhar”, promovido em parceria pelas secretarias de Políticas para Mulheres, Idosos e Direitos Humanos; Segurança Pública; e pela Coordenadoria de Prevenção às Drogas. O objetivo foi apresentar a esses profissionais os serviços prestados pela prefeitura para pessoas vítimas de violência.

Integrantes da Guarda Municipal, Polícia Militar, Polícia Civil e Polícia Rodoviária Federal, divididos em dois grupos, pela manhã e à tarde, assistiram a três palestras. A primeira com o secretário municipal de Segurança Pública, coronel Antônio Jorge Goulart com o tema “Janelas Quebradas: Uma teoria do crime, que merece reflexão”.

Ele apoia a integração entre as secretarias municipais e as forças de segurança no enfrentamento à violência.

- Desenvolvemos ações preventivas na prefeitura, mas acredito também na eficiência da identificação e combate a causa dos problemas e ainda na autuação nos pequenos delitos para que não se tornem grandes infrações”, disse Goulart.

A segunda palestra ficou por conta da secretária municipal de Políticas para Mulheres, Idosos e Direitos Humanos, Dayse Penna. Ela tratou de “Diversidade: A coragem de ser quem somos”. Ela explicou que sentiu a necessidade dessa aproximação e troca de experiência com as forças de segurança já em 2017, quando Volta Redonda criou a primeira Secretaria de Direitos Humanos do Estado do Rio de Janeiro.  

- O bom resultado desses encontros, que começaram em 2017, é comprovado por números. O servidor de segurança passou a conhecer os serviços e a estrutura do município e registramos um crescimento acumulado de aproximadamente de 600% em dois anos para o Ceam (Centro Especializado de Atendimento a Mulher) e um crescimento de quase 1.000% de atendimentos do Cepai (Centro de Pré-Atendimento ao Idoso), demonstrando que a aproximação da rede melhorou os encaminhamentos e a visibilidade dos serviços”, disse ela.

O encerramento ficou por conta do coordenador municipal de Prevenção às Drogas, Ricardo Vinícius da Cunha, que apresentou a palestra “Cuidando de Quem Cuida: Uma abordagem da prevenção”, que faz parte do programa Escola Preventiva, implantado em 140 unidades em Volta Redonda para atender alunos da pré-escola ao ensino médio, além de seus familiares.

 - O objetivo é trabalhar a prevenção. Abordar os assuntos antes que esses estudantes já tenho se tornado usuários e torná-los multiplicadores da ideia – falou Ricardo.

 O policial militar Rodrigo Torres, há 14 anos na corporação, elogiou a iniciativa. “É importante conhecer os programas da prefeitura. Assim podemos nos tornar multiplicadores dentro do batalhão”, disse.

O tenente Pedro Henrique Carmo Ferreira da Costa, que hoje comanda a Polícia Militar em Rio Claro, agradeceu o convite: “Conheci ações hoje que fazem a diferença. Assim podemos indicar os serviços para os cidadãos e também usar como exemplo”.

O policial rodoviário federal, Leonel Primo também acredita que as forças de segurança e o poder público devem andar juntos: “Essa integração beneficia o cidadão. E esse deve ser o objetivo de todo funcionário público”.  (Foto: Geraldo Gonçalves)

Comentários via Facebook

(O Foco Regional não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

+ Lidas

Em foco

Notícias primeiro na sua mão

Primeiro cadastre seu celular ou email para receber as ultimas notícias.

Curta nossa fan page, receba todas as atualizações - Foco Regional

Tempo Real

20:09 Estado