quarta-feira, 26 setembro 2018
Fale Conosco | (24)3343-5229

Nacional

Empregados Correios decidem greve por tempo indeterminado

Eles acusam governo de sucatear para privatizar

11/03/2018 11:55:32

Os funcionários dos Correios decidiram entrar em greve, por tempo indeterminado, a partir da zero hora desta segunda-feira. Eles reclamam da não realização de concursos públicos desde 2011 para a reposição de pessoal, além das insistência da empresa para que aceitem ingressar em planos de demissão voluntária, explicou a Fentect (Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Correios, Telégrafos e Similares).

A greve espera na adesão de todos os 36 sindicatos filiados, que representam trabalhadores de todos os estados. "Não há nenhum impedimento para a realização de um novo concurso, provocando a queda na qualidade dos serviços da estatal", declarou a federação, através da assessoria de imprensa.

Também em nota, os Correios se pronunciaram, afirmando que a greve é direito do trabalhador. Porém, considera que “um movimento dessa natureza, neste momento, serve apenas para agravar ainda mais a situação delicada pela qual passam os Correios e afeta não apenas a empresa, mas também os próprios empregados".

Nos últimos cinco anos, os Correios perderam cerca de 20 mil funcionários. O quadro foi reduzido de 125,4 mil empregados em 2013 para 106 mil – cerca de 15,5% a menos.

As consequências desta redução são atrasos na entrega de contas e encomendas. Para os sindicatos, a ideia do governo de Michel Temer é sucatear a empresa e convencer a opinião pública da necessidade da privatização dos serviços. 

+ Lidas

Em foco

Notícias primeiro na sua mão

Primeiro cadastre seu celular ou email para receber as ultimas notícias.

Curta nossa fan page, receba todas as atualizações - Foco Regional

Tempo Real

10:12 Polícia