segunda-feira, 18 junho 2018
Fale Conosco | (24)3343-5229

Esporte

Dedé chora por ser citado por Tite

14/05/2018 17:08:59

O zagueiro Dedé, do Cruzeiro, se emocionou no primeiro pronunciamento depois da convocação do técnico Tite, da Seleção Brasileira, para a Copa do Mundo da Rússia. O voltarredondense não está entre os 23 selecionados pelo treinador, mas integra uma segunda lista de 12 jogadores suplentes. Eles serão utilizados caso algum atleta da relação principal sofra lesão no período de preparação até a disputa do Mundial. Em entrevista coletiva, o zagueiro de 29 anos foi às lagrimas ao relembrar o período de quase dois anos em que ficou afastado dos gramados em tratamento de lesões nos dois joelhos.

“Fico feliz, chego a me emocionar. Vi que o Tite é um ser humano maravilhoso, tem um coração diferenciado. Citou não só o futebol, mas tudo que passei durante os três anos. É até difícil de falar. Estou passando momento especial na minha vida, na minha carreira. Sei que muitos estão felizes por isso e tenho de agradecer a Deus e Nossa Senhora pelo dia de hoje”, disse o zagueiro, completando: “Tinha tempo que não me sentia assim, tão contente, jamais imaginei que, depois de minha volta, seria lembrado pelo treinador da seleção. Meu objetivo sempre foi ajudar o Cruzeiro e foi assim que cheguei até aqui. Também tenho de agradecer minha esposa, que varou noites orando. E meu familiares e amigos, que sempre acreditaram em mim. A comissão técnica do Cruzeiro, jogadores, que foram muito importantes para esse momento. Estou muito feliz”.Dedé admitiu que estava inseguro com a capacidade de superar as lesões. “Passaram várias coisas na minha cabeça. Confessar que desse tempo que voltei, tudo que eu lembrei da minha fase ruim foi somente hoje. Hoje eu me vi subindo escada de muleta, hoje eu me vi entrando com dificuldade no carro, me vi pedindo ajuda para vir trabalhar e muitas mensagens negativas, que, graças a Deus, tive força para levar isso para um lado de brincadeira. Tenho que agradecer muito a Deus. Que momento da minha vida, que momento”.

Foram convocados para a mesma posição de Dedé os zagueiros Marquinhos e Thiago Silva, do Paris Saint-Germain; Miranda, da Internazional de Milão e Geromel, do Grêmio. 

Lesões

Com a camisa celeste, o zagueiro chegou a ser convocado para Seleção Brasileira pelo técnico Luiz Felipe Scolari em 2013. Ele esteve na lista dos relacionados para os amistosos com Coreia do Sul e Zâmbia. No clube, foi peça importante no bicampeonato brasileiro. Porém, um edema ósseo no joelho direito sofrido em 5 de novembro de 2014 - empate por 3 a 3 com o Santos, na Vila Belmiro, pela semifinal da Copa do Brasil - deu início aos sucessivos problemas.

Dedé passou todo o ano de 2015 ausente dos gramados. Em 2016, ele voltou no começo do ano, porém fez apenas seis partidas. Uma fratura na patela do joelho direito diagnosticada em março obrigou o zagueiro a passar mais um longo período no departamento médico.

Depois de ficar fora do futebol por um ano e 22 dias por causa da enfermidade, Dedé voltou a jogar em 21 de março do ano passado. Ele disputou sete partidas até sofrer um edema ósseo no joelho esquerdo, em junho, por forçar a perna que até então não tinha lesão. À época, o clube estabeleceu prazo de quatro a seis semanas para o retorno do jogador.

O zagueiro só voltou às atividades na pré-temporada deste ano. Seu primeiro jogo foi em 24 de fevereiro, na vitória por 3 a 0 sobre o Boa Esporte. Até ser lembrado por Tite para a lista de suplentes, foram 14 jogos pelo Cruzeiro e dois gols marcados.

+ Lidas

Em foco

Notícias primeiro na sua mão

Primeiro cadastre seu celular ou email para receber as ultimas notícias.

Curta nossa fan page, receba todas as atualizações - Foco Regional

Tempo Real

19:08 Saúde