quinta-feira, 06 agosto 2020
Fale Conosco | (24)3343-5229

Nacional

Decotelli pede demissão antes de tomar posse no MEC

Revelações de falsidades em currículo derrubaram professor

30/06/2020 16:35:48

Cinco dias depois de ser anunciado como ministro da Educação, em substituição a Abraham Weintraub, Carlos Decotelli pediu demissão do cargo que sequer chegou a assumir. A demissão, segundo fontes do Palácio do Planalto, foi a forma encontrada pelo governo pôr fim à crise gerada com as falsidades no currículo divulgado por Decotelli.

O nome cotado para o ministério, neste momento, seria o do atual reitor da ITA (Instituto Tecnológico de Aeronáutica), Anderson Correia. Também são apontados o secretário de Educação do Paraná, Renato Feder e o ex-assessor do Ministério da Educação, Sérgio Sant'Ana.

Decotelli apresentou em seu currículo um doutorado pela Universidade de Rosario, da Argentina. O reitor da instituição, Franco Bartolacci, negou que ele tenha obtido o título. Há ainda sinais de plágio na sua dissertação de mestrado. Ele escreveu ter feito uma pesquisa de pós-doutorado na Universidade de Wuppertal, na Alemanha, o que também foi negado pela instituição. (Foto: Divulgação)

Comentários via Facebook

(O Foco Regional não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

+ Lidas

Em foco

Notícias primeiro na sua mão

Primeiro cadastre seu celular ou email para receber as ultimas notícias.

Curta nossa fan page, receba todas as atualizações - Foco Regional

Tempo Real

15:09 Cidades