terça-feira, 20 agosto 2019
Fale Conosco | (24)3343-5229

Cidades

Com menos de 2 meses, ‘Cerca Inteligente’ já apresenta resultados

05/04/2019 13:52:43

O sistema de vigilância de câmeras instalado pela prefeitura de Volta Redonda no Ciosp (Centro Integrado de Operações Públicas) já está proporcionando resultados menos de dois meses após entrar em operação. Neste período, as câmeras ajudaram a Polícia Militar a prender suspeitos de dois assaltos distintos, com a recuperação dos carros usados, que eram roubados. Um automóvel furtado também foi recuperado.

O projeto, que ganhou o nome de “Cerca Inteligente”, consiste em nove câmeras (a 10ª ainda será instalada) de alta resolução colocadas nos acessos à cidade. O equipamento registra instantaneamente imagens de todos os veículos que entram ou saem da cidade. Foto e número da placa, data hora e vídeo são armazenados no banco de dados, possibilitando o acesso rápido aos órgãos de segurança.

Foi o que aconteceu na última quarta-feira, quando dois criminosos  assaltaram uma padaria no bairro Casa de Pedra. Eles fugiram num Corolla preto, cuja placa foi anotada e informada ao Ciosp, além da direção tomada pelos assaltantes. Imediatamente, a placa foi lançada no sistema. Pouco depois, um dos suspeitos foi preso no Jardim Cidade do Aço, onde o Corolla foi interceptado pela PM.

- Com este sistema, conseguimos direcionar a força policial para onde o carro provavelmente irá passar – explica o coordenador-adjunto do Ciosp, o guarda municipal Dalessandro Hidimário de Assis, destacando o comprometimento dos guardas e policiais militares que atuam no Ciosp para o bom desempenho do projeto.

Diferenças

Com menos de 2 meses, â??Cerca Inteligenteâ?? já  apresenta resultados

Um sistema semelhante já funcionou no Ciosp. Mas há diferenças. A primeira é que as câmeras atuais são muito mais modernas e oferecem bem mais recursos do que antes, ressalta o diretor da EPD (Empresa de Processamento de Dados), Matheus Moreira, responsável pela implantação do projeto. Cada equipamento consegue monitorar até quatro faixas de trânsito, não sendo necessárias câmeras diferentes, por exemplo, para cada sentido do trânsito.

- Anteriormente, a câmera captava apenas a imagem da placa do veículo, mas se fosse uma placa fria, por exemplo, o sistema não identificava. Agora é possível identificar se a placa corresponde ao veículo – acrescenta Marlos Viesi, assessor técnico da EPD.

Policiais no primeiro atendimento

Com menos de 2 meses, â??Cerca Inteligenteâ?? já  apresenta resultados

Além disso, outra mudança apontada como fundamental é que, antes, as ligações para o 190 eram atendidas no Ciosp por civis, que depois repassavam as informações aos guardas e policiais militares. Agora, o primeiro atendimento já é prestado por policiais militares. Outros dois ficam na área de operação do centro integrado. Foi o contado deles com as viaturas que estavam em busca dos assaltantes da padaria que permitiu a localização do suspeito preso, mesmo depois de o Corolla ter sido abandonado.

Além da PM, o sistema é compartilhado com a Polícia Federal, que consegue consultar as informações diretamente da delegacia no Aterrado – o Ciosp fica na Rodoviária Francisco Torres, no Centro. A Polícia Civil também pode requisitar as imagens.

- Quanto mais rápido chega a informação sobre um crime, mais rápida será a resposta – afirma Matheus.

No caso do furto de automóvel, que costuma ser descoberto bem depois de ser praticado, o diretor da EPD explica que a placa do carro é inserida no banco de dados, passando a fazer parte de uma “black list” (lista negra). Além de verificar imediatamente se saiu de Volta Redonda, o sistema emite um alerta caso o veículo passe por uma das câmeras qualquer tempo depois.

Por sinal, o Ciosp assegura que todos os casos de roubo ou furto comunicados resultam em busca pelas imagens. “Todos os casos”,  frisou Dalessandro.  

O plano da prefeitura é expandir as câmeras para áreas de maior movimento na cidade. Segundo Matheus, a ampliação possibilitará outro benefício que deverá contribuir substancialmente para a segurança: informar o trajeto de veículos roubados ou furtados dentro da cidade.

Sistema não é para multar, esclarece diretor da EPD

Com menos de 2 meses, â??Cerca Inteligenteâ?? já  apresenta resultados

Matheus Moreira salientou que as câmeras não são usadas para multar motoristas por infrações de trânsito ou documentação atrasada, nem são equipadas com radar. “Não é e nem será este o objetivo. O foco é somente na segurança”, garantiu.

Comentários via Facebook

(O Foco Regional não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

+ Lidas

Em foco

Notícias primeiro na sua mão

Primeiro cadastre seu celular ou email para receber as ultimas notícias.

Curta nossa fan page, receba todas as atualizações - Foco Regional

Tempo Real

15:37 Saúde