quinta-feira, 04 junho 2020
Fale Conosco | (24)3343-5229

Cidades

Carreatas pedem reabertura do comércio em cidades da região

Especialistas recomendam manutenção de isolamento

27/03/2020 15:00:26

A exemplo do que vem ocorrendo em diversos pontos do país, cidades da região estão programando carreatas para pedir a reabertura imediata do comércio.  A convocação está sendo feita através de redes sociais, principalmente, estimulados pelos últimos pronunciamentos do presidente Jair Bolsonaro, que criticou governadores e prefeitos por fecharem o comércio. 

Em Barra Mansa, o ato está sendo convocado para este sábado, a partir das 10 horas, com concentração uma hora antes na Avenida Joaquim Leite, no Centro da cidade. Em Volta Redonda, a concentração está programada para a partir das 9 horas, na Praça Brasil, com saída às 10 horas. Em Resende, uma carreata ocorreu na manhã desta sexta-feira. A reivindicação é de que o comércio seja reaberto a partir da próxima segunda-feira.

Os atos estão sendo programados num momento em que autoridades de saúde, médicos e organizações recomendam que seja mantido o isolamento da maior parte das pessoas, aquelas que não atuam em serviços essenciais. Os casos mais citados são da Itália, Inglaterra, Estados Unidos e Espanha, onde a tentativa de se preservar a atividade econômica acabou resultando num grande número de mortes, com o descontrole na propagação da doença.

Na quinta-feira, por exemplo, o prefeito da cidade italiana de Milão, Giuseppe Sala, reconheceu que errou ao apoiar a ação divulgada com o lema "Milão não para", referindo-se às medidas para manutenção da economia e da vida social na cidade, mesmo com a pandemia do novo coronavírus. Nas últimas 24 horas, a Itália registrou 949 mortes causadas pela Covid-19. O país reconhece que, atualmente, a economia está em frangalhos, assim como o sistema de saúde, por não terem sido afrouxadas as medidas de isolamento social.

Nos Estados Unidos, uma carta assinada por mais de 800 mil médicos de várias partes dos país foi entregue nesta sexta-feira.  No documento, os médicos pedem que Trump mantenha o isolamento social devido à pandemia de coronavírus. "A transmissão de covid-19 continua significante em todo o país, e nós precisamos de sua liderança para apoiar as recomendações com base científicas de que o isolamento social pode diminuir o ritmo do vírus", disse a carta, divulgada pelo Conselho de Sociedades de Especialidades Médicas.

Os profissionais da saúde acreditam que liberar o retorno do convívio social pode comprometer a saúde de milhões de pessoas. "Acabar com as restrições mais cedo pode comprometer a saúde de todos os norte-americanos e aumentar a devastação da epidemia", apontam os médicos.

Comentários via Facebook

(O Foco Regional não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

+ Lidas

Em foco

Notícias primeiro na sua mão

Primeiro cadastre seu celular ou email para receber as ultimas notícias.

Curta nossa fan page, receba todas as atualizações - Foco Regional

Tempo Real

11:47 Esporte