domingo, 24 setembro 2017
Fale Conosco | (24)3343-5229

Política

Câmara derruba veto e aprova criação oficial do Verde Vale

16/08/2017 11:01:31

Um território de Volta Redonda surgido há 30 anos finalmente está sendo reconhecido pelo poder público. Trata-se da aprovação, pela Câmara, da lei nº 087/2017, de autoria da vereadora Rosana Bergone (PRTB), na noite da terça-feira, criando oficialmente o bairro Verde Vale, localizado na região da Vila Brasília. O projeto de lei foi aprovado pelos vereadores em duas votações, mas foi vetado pelo prefeito Samuca Silva. Além deste projeto de lei, os vereadores derrubaram o veto de mais cinco.

“Fico feliz em poder dar esta notícia aos moradores do meu bairro, do qual sou a presidente da associação de moradores há 23 anos. Este é o meu primeiro projeto aprovado e estou retribuindo o carinho de todos que confiaram em mim”, disse Rosana.

Segundo ela, o bairro surgiu da necessidade de conceder espaço para moradias de pessoas que foram vítimas de uma interdição de casas da Rua Luanda (atual Waldyr Sobreira Pires), no bairro Retiro. “Sem lugar para morar, eles foram, a princípio, para o local conhecido como Caveirinha, antigo cemitério, terreno que hoje é ocupado pela Escola Fernando de Noronha. Então, aos poucos, foram construindo suas casas e ocupando a área no Verde Vale”, relembrou a vereadora.

Rosana ressalta que o Verde Vale é um dos bairros da cidade que receberam vários serviços públicos nos últimos anos. “Temos uma creche, duas escolas municipais, um Centro de Referência da Assistência Social (Cras), um posto de saúde bem estruturado e um comércio bem atuante”, disse. “No Verde Vale vivem famílias de bem, que criaram seus filhos e tem orgulho de morar ali e este reconhecimento como bairro oficial da cidade vai facilitar muito a vida de todos. Vamos acabar com o sofrimento das pessoas com relação à localização de suas casas. Como os endereços não são corretos e não são reconhecidos até então, muitas correspondências nem chegavam direito. E, além disso, com esta mudança, abre espaço para o atendimento das reivindicações com mais rapidez junto ao poder público”.

A vereadora lembra que 90 % das moradias do bairro são de alvenaria, mas que muitas famílias precisam de casas dignas para viver. “Precisamos de projetos populares de reformas de casas para dar melhor condição de vida para as pessoas. Esta aprovação de bairro oficial, nos motiva continuar na luta pela regularização fundiária, concedendo a titulação dos terrenos e lotes para garantir o direito de posse destes moradores”, prosseguiu a vereadora, frisando que o processo já está na Secretaria Municipal de Planejamento. “O bairro possui muitas áreas desocupadas e gostaria que o poder público tivesse um olhar especial para as famílias necessitadas e que pagam aluguel com dificuldades. As pessoas precisam conquistar sua terra e no futuro terem suas casas, que é o sonho de todo brasileiro”, afirma. 

Falando pelo social, Rosana deseja que o poder público leve projetos que visam dar ocupação e atividades, principalmente para os jovens. “Como toda comunidade com poder aquisitivo baixo, temos inúmeros problemas, mas com a chegada de projetos podemos ajudar nossos adolescentes e jovens a trilhar por um caminho melhor em suas vidas”, disse a vereadora.

Ela lembra ainda que dentro de alguns dias, 1,4 mil crianças e adolescentes da região da Vila Brasília vão participar de um projeto esportivo federal, trazido pelo seu gabinete. “Se ficarem ocupadas com atividades saudáveis, com certeza, elas não ficarão nas ruas aprendendo coisas erradas. Assim como quis para os meus filhos, quero que estes jovens também tenham um futuro vitorioso”.

+ Lidas

Em foco

Notícias primeiro na sua mão

Primeiro cadastre seu celular ou email para receber as ultimas notícias.

Curta nossa fan page, receba todas as atualizações - Foco Regional

Tempo Real

14:59 Estado