terça-feira, 25 junho 2019
Fale Conosco | (24)3343-5229

Cidades

Barra Mansa decreta estado de emergência

Homem ficou ferido em desabamento

08/04/2019 11:33:00

O prefeito de Barra Mansa Rodrigo Drable decretou nesta segunda-feira estado de emergência na cidade em consequência do temporal que atingiu a cidade na noite de domingo. Na última sexta-feira, Barra Mansa já havia sido bastante afetada pelas chuvas. Mais cedo, o prefeito havia dito que declarara estado de calamidade pública.

Em aproximadamente duas horas, segundo a prefeitura, foram registrados 107 mm de chuvas. O temporal provocou o desabamento de uma residência no bairro São Sebastião, na Rua Milton Mariano. Os escombros atingiram outras duas casas na Rua Santina Pereira de Melo. Um homem sofreu ferimentos leves e foi encaminhado para a Santa Casa de Misericórdia. Como medida de prevenção, outras seis casas foram desocupadas na localidade.

Diversos pontos da cidade sofreram alagamentos ou deslizamentos, como Santa Clara, Colônia Santo Antônio, Ano Bom, Vila Orlandélia, Getúlio Vargas, São Francisco, Santa Isabel, Centro, São Judas, Paraíso, Boa Vista, Vila Elmira, Nove de Abril e outros bairros da Região Leste.

O Rio Barra Mansa atingiu 5,08 metros de altura provocando inundação de casas no Nova Esperança e no São Luiz. Há registros de queda de árvores em diversas localidades.

Algumas escolas tiveram as aulas suspensas nesta segunda-feira devido ao alagamento das salas de aula. São elas: Argemiro de Paula Coutinho, no São Luiz; Clécio Penedo, no Nova Esperança; Nono Reis, no São Judas; Nove de Abril e Vila Elmira, ambas na Região Leste e Alderando Casalli Marques, no Santa Izabel. A Creche Padre Adalberto, no São Luiz, também está sem aulas.

Em virtude da grande quantidade de barro, o trânsito foi desviado na Via Sérgio Braga, no bairro São Judas Tadeu, São Francisco, Avenida Presidente Kennedy e Vila Elmira. Os semáforos do Centro da cidade também foram afetados. Equipes da Secretaria de Ordem Pública estão atuando para a sinalização seja restabelecida o mais rápido possível, segundo o governo.

Servidores da Vigilância em Saúde Ambiental foram distribuídos entre os  bairros Boa Sorte, São Luiz, Nova Esperança, Santa Clara, Jardim Marajoara e Região Leste para orientar os moradores que tiveram suas residências inundadas sobre como proceder a desinfecção do ambiente. Além da entrega do cloro para ser utilizado neste procedimento também estão sendo transmitidas orientações sobre o descarte de alimentos e medicamentos que tiveram contato com a água das chuvas e sintomas de algumas doenças.

Segundo estimativa da Defesa Civil, aproximadamente 2,5 mil famílias foram atingidas com as chuvas deste fim de semana.

ABASTECIMENTO DE ÁGUA – A queda de energia elétrica acarretou problemas no abastecimento de água na Região Leste. A previsão é de que o serviço seja normalizado em até 48 horas. O Saae está direcionando caminhões pipas para abastecer as residências da localidade, dando prioridade as casa com crianças pequenas, idosos e deficientes. (Foto: Divulgação)

Comentários via Facebook

(O Foco Regional não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

+ Lidas

Em foco

Notícias primeiro na sua mão

Primeiro cadastre seu celular ou email para receber as ultimas notícias.

Curta nossa fan page, receba todas as atualizações - Foco Regional

Tempo Real

17:32 Cidades