quarta-feira, 12 dezembro 2018
Fale Conosco | (24)3343-5229

Educação

Adolescentes do Produtor Mirim de Quatis farão provas para institutos federais

Bolsa-auxílio para integrantes do projeto será paga nesta 5ª feira

10/10/2018 17:23:36

Dezesseis dos 60 adolescentes da atual turma do programa Produtor Mirim, de Quatis, farão em novembro a prova de seleção visando cursar gratuitamente, a partir do próximo ano, um curso técnico integrado ao Ensino Médio em duas unidades de ensino da região: o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro (campus de Resende) e o Instituto Federal do Rio de Janeiro (campus de Pinheiral). Caso sejam aprovados, eles terão o transporte garantido pela Secretaria Municipal de Quatis.

A informação foi destacada pelo prefeito Bruno de Souza, que reafirmou “o papel estratégico que o Produtor Mirim tem na formação cidadã dos adolescentes atendidos pelo projeto”. Outra notícia relacionada ao programa, divulgada também pelo prefeito, foi a liberação do pagamento referente ao mês de setembro da bolsa-auxílio paga todo mês aos adolescentes do projeto. A bolsa de setembro estará depositada nesta quinta-feira. O valor de cada bolsa é de quase R$ 120,00.

- Tão importante quanto oferecer o aprendizado aos adolescentes sobre o cultivo de verduras, legumes e frutas, numa horta própria do projeto, no bairro Jardim Pollastri, o projeto Produtor Mirim tem a finalidade de formar os estudantes da rede pública para a vida em sociedade, motivo pelo qual adotamos todos os procedimentos no sentido de proporcionar a 16 adolescentes do projeto a chance de cursar a educação técnica profissional de forma integrada ao Ensino Médio. Essa iniciativa representa mais uma ação visando à formação cidadã dos adolescentes – disse o prefeito. O Produtor Mirim atende alunos de 14 a 18 anos incompletos.

Segundo a coordenadora do projeto, Marise Ferrari, os adolescentes que farão a prova de seleção em Resende e Pinheiral estudam no CIEP Municipalizado Marciana Machado De Elias (Nossa Senhora do Rosário); nas escolas municipais Maria Helena Rafael De Elias (Centro); Carlos Campos de Faria (Falcão) e Irmã Elizabete Alves (comunidade quilombola de Santana), além do Colégio estadual Américo Pimenta (também, no Centro).

Um dos critérios para fazer parte do Produtor Mirim é justamente estar matriculado em alguma unidade da rede pública de ensino em Quatis. Os adolescentes que estudam pela manhã participam das atividades do projeto no turno da tarde e vice-versa.

Quanto ao curso técnico integrado ao Ensino Médio, o público-alvo são os estudantes que já concluíram o Ensino Fundamental ou estão cursando em 2018 o nono período desta fase escolar.

Entre as atividades oferecidas aos adolescentes, através do Projeto Produtor Mirim, estão a participação em oficinas sobre meio ambiente, direitos humanos, prevenção contra drogas, prevenção contra doenças sexualmente transmissíveis e orientações sobre gravidez na adolescência. As oficinas são ministradas por técnicos sociais da Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos, pasta que coordena o projeto. Para a realização das oficinas, a Assistência Social atua em parceria com a Secretaria de Saúde de Quatis e a prefeitura de Porto Real. (Foto: Divulgação)

Comentários via Facebook

(O Foco Regional não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

+ Lidas

Em foco

Notícias primeiro na sua mão

Primeiro cadastre seu celular ou email para receber as ultimas notícias.

Curta nossa fan page, receba todas as atualizações - Foco Regional

Tempo Real

21:09 Esporte