domingo, 18 agosto 2019
Fale Conosco | (24)3343-5229

Polícia

Polícia apresenta suspeitos de crime na Água Limpa

05/09/2014 11:14:36

A Polícia Civil de Volta Redonda apresentou hoje de manhã à imprensa Thyago Ribeiro Chaves, o Thyaguinho, de 18 anos, e Hugo Alves de Souza, de 20. Eles são suspeitos do assassinato de Talles David de Carvalho Ribeiro, o “Talibã”, de 20 anos. O crime foi no dia 29 de junho deste ano no Bar do Chico, na Rua Salvador de Sá, na Água Limpa. No mesmo episódio, Felipe Michel carvalho Santiago, o “Fuinha”, de 26 anos, ficou ferido.

De acordo com o delegado Antônio Furtado, ambos os suspeitos são moradores da Água Limpa. Thyago foi preso em casas na semana passada, na localidade do bairro conhecida como Túnel 20. Ele confessou o crime (veja vídeo). Já Hugo foi preso ontem quando trabalhava com o pai nas obras do Minha Casa, Minha Vida, no bairro São Sebastião. O rapaz, que negou participação, estava solto havia apenas três dias. É que, no dia 18 do mês passado, ele foi preso com uma escopeta, mas a Justiça autorizou sua liberdade e ele tinha deixado a Casa de Custódia na última segunda-feira.

Segundo o delegado Antônio Furtado, a ordem para matar Talibã e Fuinha partiu de Anderson Ricardo dos Santos, o “Caio Capeta”, que está desde 2009 no Presídio Esmeraldino Bandeira, no Complexo de Bangu, no Rio.

- Todos os personagem deste caso estão envolvidos com o tráfico de drogas. Os autores eram de uma facção, as vítimas de outras – disse Furtado. Ele revelou que Capeta tem dez anotações criminais, cinco delas por roubo. Ele próprio teria ligado para Talibã avisando que ele iria morrer.

Na apresentação, Thyago não somente confirmou que matou porque tinha sido agredido por Talibã (foto), como também que ele e as vítimas tinham ligações com facções criminosas diferentes.

- Talibã não tinha passagem pela polícia. Já Felipe, que ficou ferido, tinha passagem por tráfico, em 2011 – detalhou Furtado. O delegado disse que os autores do crime usaram um Monza azul e que, antes de descer para efetuar os disparos, passaram vagarosamente em frente ao bar para comprovar que os alvos se encontravam no local. “Foram dados 10 tiros. Cinco atingiram o Talibã, enquanto dois acertaram o Felipe”, contou policial.

Embora a polícia não tenha feito menção a respeito, o FOCO REGIONAL apurou que um terceiro suspeito de envolvimento no homicídio segue sendo procurado. O nome dele é mantido em sigilo.

Hugo e Thyago tiveram a prisão temporária decretada pela Justiça, assim como Caio Capeta. O delegado informou que os três foram indiciados por homicídio e tentativa de homicídio triplamente qualificada: sem chance de defesa da vítima, através de emboscada e para garantir a continuidade de outro crime, no caso, o tráfico. 

Comentários via Facebook

(O Foco Regional não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

+ Lidas

Em foco

Notícias primeiro na sua mão

Primeiro cadastre seu celular ou email para receber as ultimas notícias.

Curta nossa fan page, receba todas as atualizações - Foco Regional

Tempo Real

19:41 Esporte